Friday, July 10

Sexta-feira da Semana XIV do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3059

Reflexão
Jesus prediz as perseguições. O apóstolo dispõe da Palavra do Espírito. Cautela e simplicidade, deverá ser a atitude do discípulo. É preciso conjugar a candura da pomba com a sagacidade da serpente. A perseguição, no entanto, não é um convite a fugir, mas o caminho que leva ao êxito. Este foi o caminho de Jesus e é o caminho do discípulo.

Thursday, July 9

Pensamento do dia: 09-07-2020

A felicidade não depende do que nos falta, mas do bom uso do que temos. (Thomas Hardy)

Quinta-feira da Semana XIV do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3058

Reflexão
Jesus indica a equipagem do apóstolo. A tarefa evangelizadora exige capacidade pessoal de entrega. O estilo de vida tem de estar de acordo com a mensagem que se prega. A equipagem resume-se à palavra e à pobreza. Todo o resto sobra. Nada de consumismo, porquanto o trabalhador tem direito ao seu sustento. O vocabulário missionário do Novo Testamento é: Espírito, envio, ida, caminho, pesca, colheita, proclamação, sinais, testemunho, etc. Um programa extenso, exigente. Aquilo que se recebe de graça, gratuitamente se deve dar!

Wednesday, July 8

Quarta-feira da Semana XIV do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3057

Reflexão
Cristo é o Fundador do novo Israel de Deus que é a Igreja. Como característica essencial, confere-lhe a missão de evangelizar todos os povos. O Reino de Deus está perto, é o grito que deve concentrar a sua mensagem, também nos nossos tempos. Deus convida o homem à fé, ao amor de filho e à fraternidade universal. Desta forma, a evangelização constitui a identidade mais profunda e autêntica da própria Igreja.

Monday, July 6

Segunda-feira da Semana XIV do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3055

Reflexão
A fé dos crentes é condição indispensável para Cristo operar o milagre. As dores da humanidade encontram sempre eco no coração de Cristo. Por isso ressuscita a menina, e cura a hemorroísa. Jesus revela já aqui um triunfo pessoal sobre a morte. Anunciar o Reino de Deus, é anunciar o reino da vida, por excelência. Ser testemunhas da Ressurreição, é o que Cristo quer de nós, no meio do mundo.

Friday, July 3

Solenidade litúrgica de São Tomé, Apóstolo

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=90

Reflexão
Tomé é conhecido entre os Apóstolos especialmente pela sua incredulidade que se desvaneceu na presença de Cristo ressuscitado; ele proclamou a fé pascal da Igreja: Meu Senhor e meu Deus. Sobre a sua vida nada se sabe ao certo, além dos pormenores contidos no Evangelho. Diz-se que pregou o Evangelho na Índia. Desde o séc. VI celebra-se no dia 3 de Julho a memória da trasladação do seu corpo para Edessa.   
Ao primeiro anúncio da Ressurreição, Tomé reage, mas faz um belo acto de fé, após tocar as cicatrizes da Paixão do Senhor. A fé em Jesus é sempre um risco e uma aventura. Não se trata de tocar e ver, mas de acolher um anúncio: Vimos o Senhor!... Os apóstolos são pedras fundamentais da Igreja. Acolher os Apóstolos e a Igreja, significa acolher o próprio Cristo. A incredulidade de Tomé é um estímulo à fé dos crentes. O nosso mérito termina por ser superior, dada a fé que exige.

Thursday, July 2

Pensamento do dia: 02-07-2020

A verdadeira amizade é aquela que nos permite falar, ao amigo, de todos os seus defeitos e de todas as nossas qualidades. (Millôr Fernandes)

Quinta-feira da Semana XIII do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3052

Reflexão
O Milagre é fruto da fé. Evidencia também o processo de salvação integral do homem, mediante o perdão de Jesus, que também cura o paralítico. O poder visível da cura é, portanto, o sinal do perdão invisível dos pecados. Cristo continua a curar e a perdoar, apelando também à misericórdia: Sede misericordiosos como o vosso Pai é misericordioso.

Wednesday, July 1

Quarta-feira da Semana XIII do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3051

Reflexão
O termo endemoninhado não significa necessariamente uma possessão diabólica. Pode referir-se a doentes mentais. Jesus cede ao desejo dos gadarenos, porque o Evangelho não é imposição, mas proposta e convite. O milagre é sinal de que o Reino de Deus chegou. Está na Pessoa de Jesus Cristo. Os exorcismos de Jesus libertam o homem dos seus medos ao poder do diabo. Com o seu poder, Jesus destrói o império de Satanás e inaugura o reino messiânico.

Tuesday, June 30

Terça-feira da Semana XIII do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3050

Reflexão
São normais as tempestades fortes e súbitas naquele mar. Jesus parece dormir! Os discípulos, principiantes na fé em Jesus, acordam-no, suplicando que os salve. Uma vez amainado o mar, interrogam-se sobre a identidade deste homem a quem até os ventos e o mar obedecem! As tempestades são muitas, no mar da vida! Deus parece dormir, parece estar ausente! Mas afinal, quem é que está a dormir? Quem é que está ausente? A fé dos discípulos era mesmo principiante. A fé adulta supõe uma confiança incondicional e absolutamente sem limites! Esta deve ser a nossa!

Friday, June 26

Sexta-feira da Semana XII do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/xii-semana-sexta-feira-tempo-comum-anos-pares0

Reflexão
Depois da deportação do reino de Israel, do norte do país para a Assíria, alguns séculos antes, é agora o reino de Judá, que é deportado para Babilónia, (hoje no Iraque). Tudo isto aconteceu em consequência do abandono a que o povo votara o Senhor, seu Deus. E assim começou o longo e penoso exílio do povo de Deus em Babilónia.
Ao curar o leproso, Jesus manifesta-Se como Senhor da vida e da morte, cheio de compaixão para com os que sofrem, e ainda como Aquele que reconduz os homens à comunhão na unidade do povo de Deus. Tudo o que por fora acontecer é sinal do que acontece por dentro. A simplicidade que envolve este milagre de Jesus manifesta, por um lado, o poder da palavra do Senhor e, por outro, a força da fé do homem que O invocava.

Thursday, June 25

Quinta-feira da Semana XII do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3017

Reflexão
Com a deportação do rei de que fala a leitura, começa o exílio do povo de Deus em Babilónia. O rei desta cidade, situada no actual Iraque, não longe da terra donde outrora saíra Abraão, veio pôr cerco a Jerusalém e levou cativos para o seu país o rei de Judá e milhares de prisioneiros, da gente mais representativa da nação judaica.
A nossa vida é uma construção, como a da Igreja o é também de maneira eminente. Nesta construção, entram Deus e nós. É muito importante observarmos, para tomarmos consciência com que materiais construímos a casa da nossa vida, não vá ela desmoronar-se e cair em derrocada. A solidez da vida não pode ser outra senão a que vem da palavra de Deus, escutada e cumprida. Tudo o mais é ilusão, e não terá continuidade; mas a palavra de Deus oferece o alicerce que permanece firme para a vida eterna.

Wednesday, June 24

Solenidade litúrgica do Nascimento de São João Baptista

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=454

Reflexão
João Baptista é o único santo, com a Virgem Maria, de quem a Liturgia celebra o nascimento para a terra. Isso deve-se à missão única, que, na História da Salvação, foi confiada a este homem, santificado, no seio de sua mãe, pela presença do Salvador. Anel de ligação entre a Antiga e a Nova Aliança, João foi o enviado de Deus, uma testemunha fiel da Luz, aquele que anunciou Cristo e o apresentou ao mundo. Profeta por excelência, uma Voz de Deus, Precursor de Cristo: vai à Sua frente, apontando, com a sua palavra e com o exemplo da sua vida, as condições para se conseguir a Salvação.
A Solenidade do Precursor é um convite para que conheçamos a Cristo, Sol que nos vem visitar na Eucaristia, e dêmos testemunho d’Ele, com o ardor, o desinteresse e a generosidade de João Baptista.
João é um homem-missão. Nele brotam em cachão, virtudes, como sinceridade e honradez, humildade e sensatez. Ele é o último a fechar a revelação profética do Antigo Testamento. É apelo à penitência e à conversão; é conversão sobretudo à justiça, como base de toda a transformação social.

Monday, June 22

Segunda-feira da Semana XII do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3014

Reflexão
Que contraste entre a trave e o argueiro! Sempre tem sido um perigo o puritanismo e as elites farisaicas! Há três razões para não condenar: o Juízo pertence a Deus; a medida que usarmos com os outros será usada connosco; todos somos pecadores. Apesar de tudo, Deus ama o homem. Ante a pretensão de nos julgarmos melhores do que os outros, resulta que, por vezes, somos mesmo os piores. O que é preciso é caminhar com humildade... verdade... e simplicidade, pois seremos medidos pela mesma medida com que medimos os outros.

Thursday, June 18

Quinta-feira da Semana XI do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3011

Reflexão
O Pai Nosso é a expressão mais perfeita, completa e simples das nossas petições! As três primeiras referem-se a Deus e as outras a nós. Mas no centro está sempre o Reino de Deus. Ele é a ideia vertebral de todo o Pai Nosso. É a afirmação da Paternidade de Deus e da fraternidade humana. É uma oração pessoal e comunitária, única ensinada por Jesus. A concluir, insiste no perdão feito de reconciliação fraterna. Só se recebe na proporção em que se dá. O perdão que recebemos é o perdão que damos!

Wednesday, June 17

Pensamento do dia: 17-06-2020

Fazer o que gostas é liberdade. Gostar do que fazes é felicidade. (Frank Tyger)

Quarta-feira da Semana XI do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3010

Reflexão
A santidade e a fidelidade, nos discípulos de Jesus, têm de superar o nível mínimo da letra da Lei. A semente do reino actua a partir do interior. Agir só para agradar a Deus sem procurar o aplauso dos homens, é o princípio a aplicar no caso da esmola, da oração e do jejum. Em cada um destes actos Jesus contrapõe a farsa publicitária dos judeus à atitude discreta do verdadeiro adorador do Pai. Jesus é um verdadeiro inconformista com os costumes do seu tempo, quando apela à eficácia sem ostentação. Mas ainda há muitos que dela vivem, há quem viva para a fotografia, para ser visto e admirado pelos homens!

Tuesday, June 16

Terça-feira da Semana XI do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3009

Reflexão
O amor toma novos horizontes. Cristo rompe com a estrutura tradicional dos rabinos, ampliando o conceito de próximo, e exigindo o amor aos inimigos, como nova justiça do Reino de Deus. Não são esses os critérios do mundo. Para haver amor efectivo, não supõe que seja necessariamente afectivo. Cristo dá o exemplo, propõe o seu exemplo e os homens que se fazem à perfeição, também dão o exemplo. É possível, portanto, cumprir o programa do Reino que supõe o amor aos inimigos.

Monday, June 15

Segunda-feira da Semana XI do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - https://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=3008

Reflexão
Jesus substituiu a lei da vingança pela lei do perdão e do amor. Incondicionalmente. Certamente que é difícil, mas é o caminho de libertação e de felicidade. Não se trata de resignação fatalista, mas de não violência activa do amor.
Perdoar e amar como Cristo manda, só é possível quando se vive em comunhão pascal com Cristo.


Tuesday, June 9

Pensamento do dia: 09-06-2020

O futebol não é uma questão de vida ou de morte. É muito mais importante que isso... (Bill Shankly)