Friday, October 20

Sexta-feira da Semana XXVIII do Tempo Comum


Reflexão
Neste texto, temos vários ensinamentos de Jesus aos seus discípulos, em ordem a eles saberem viver num meio que lhes será adverso e a manterem-se firmes e confiantes entre as contrariedades da vida. Não temais! Pois, se o Senhor está connosco! Os ai de vós dirigidos por Jesus aos fariseus e doutores da lei têm por objectivo alertar os discípulos para a necessidade de se defenderem da hipocrisia farisaica. Põe-se o problema da perseverança e da fidelidade, solicita-se aos cristãos um comportamento marcado pela autenticidade e pela clareza e oferecendo-lhes uma palavra de consolação que se torna convite à confiança em Deus. Os cristãos, ao contrário dos fariseus, devem fazer com que as suas palavras correspondam ao que pensam e sentem, professando abertamente e sem medo a sua fé, custe o que custar, porque nada há encoberto que não venha a descobrir‑se.

Thursday, October 19

Pensamento do dia: 19-10-2017

Rejeitar as nossas experiências é impedir o nosso desenvolvimento. (Oscar Wilde)

Quinta-feira da Semana XXVIII do Tempo Comum


Reflexão
Possuidores da chave do saber religioso, os doutores da Lei fecham e não abrem a porta da salvação aos simples. Deus enviou-lhes profetas e apóstolos que, segundo a tradição os perseguem e matam. A Bíblia enumera 104 profetas, dos quais 49 não deixaram nome. Hoje como ontem, a vida dos profetas não é fácil e a sua missão é, muitas vezes, rejeitada.

Wednesday, October 18

Festa litúrgica de São Lucas, evangelista


Reflexão
Nascido em Antioquia (Síria) Lucas é um homem de cultura multifacetada. Atraído pela figura e pelo exemplo de Paulo, Lucas converte-se e coloca-se ao serviço do Apóstolo. Passa a ser o companheiro inseparável, mesmo quando outros discípulos o abandonam. Lucas é também um atento observador da vida de Maria. O tema fundamental do seu Evangelho, é a admissão dos pagãos à participação no Reino. Lucas é o auscultador atento dos sentimentos humanos de Cristo.

Tuesday, October 17

Terça-feira da Semana XXVIII do Tempo Comum


Reflexão
Jesus não suporta a hipocrisia. Por isso, não se submete à prática pseudo-religiosa das abluções rituais, ditadas pelas tradições rabínicas. Jesus acusa-os de hipócritas, avarentos e intemperantes, fazendo-lhes ver a necessidade da conversão interior.
Os ritos têm a sua importância, mas não podem ser absolutizados. As atitudes pessoais do crente, são o fundamento da comunhão do homem com Deus. A nova lei do crente é o mesmo Jesus em Pessoa. Ele é nova e única mediação libertadora.

Monday, October 16

Pensamento do dia: 16-10-2017

Nada há mais querido e agradável a Deus como a conversão dos homens a Ele com um arrependimento sincero. (São Máximo)

Segunda-feira da Semana XXVIII do Tempo Comum


Reflexão
Jesus nega-se à demagogia dos milagres sem sentido. Ao condenar a incredulidade dos judeus, apenas lhes garante o sinal da ressurreição, prefigurado no sinal de Jonas. O único sinal salvador para todos é a cruz de Cristo, escândalo para os judeus, loucura para os pagãos. Os judeus sujeitam a um milagre a sua conversão... Os milagres apenas convidam o homem à fé. Deus só quer homens livres e comprometidos com a sua vocação de amor e de serviço.

Friday, October 13

Sexta-feira da Semana XXVII do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - http://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=1687

Reflexão
Todo o sinal é ambivalente. Depende de quem o interprete. Foi o que sucedeu com a cura do possesso: Uns admiraram o poder libertador de Jesus e a bondade de Deus manifesta n’Ele; outros fizeram-No cúmplice do próprio demónio. Só a fé ajuda a compreender os sinais (milagres) como provenientes de Deus.
Todo sinal de Deus, como palavra eficaz do mesmo Deus, apela a uma opção a favor ou contra. A sorte do povo de Israel é semelhante à do possesso curado. O povo eleito, hoje, é a Igreja e é nela que optamos ou não, pelo Senhor.

Thursday, October 12

Pensamento do dia: 12-10-2017

A oração é um impulso do coração. (Santa Teresa de Lisieux: 1873-1897)

Quinta-feira da Semana XXVII do Tempo Comum


Reflexão
As comparações de Jesus ilustram bem a Sua ideia quanto à necessidade, à perseverança e à eficácia da oração. Esta estará hoje numa situação de crise, tanto a nível individual como familiar e comunitária.
Que atitudes tomar? O desprezo, o descuido e o abandono são atitudes negativas; o amor, a estima e prática fiel e eficaz são atitudes positivas. É fundamental rezar, à medida e semelhança de Cristo. Oração pessoal e comunitária, na intimidade ou em grupo, no trabalho ou no recolhimento. Homem sem oração é um animal sem razão, diz São Filipe de Néri.

Wednesday, October 11

Quarta-feira da Semana XXVII do Tempo Comum


Reflexão
Apesar de pequenas variantes, a coincidência da oração do Senhor é básica e clara, nos Evangelhos de Mateus e de Lucas. A versão de Mateus (7 petições) era mais do uso litúrgico e habitual; a de Lucas (5 petições), reflecte, porventura, com mais fidelidade as palavras do Senhor.
O Pai-nosso é uma verdadeira síntese do Evangelho. Ao chamarmos todos a Deus por Pai entramos no círculo da família trinitária. No Abbá – Papá, culmina a história da oração de todos os tempos. Todos necessitamos descobrir no Pai-Nosso uma escola de oração e a sua verdadeira linguagem de filhos e de irmãos.

Tuesday, October 10

Pensamento do dia: 10-10-2017

A oração torna os nossos corações transparentes e só um coração transparente pode escutar a Deus. (Madre Teresa de Calcutá)

Terça-feira da Semana XXVII do Tempo Comum


Liturgia da Palavra - http://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=1684

Reflexão
A comunidade familiar de Betânia dá hospitalidade a Jesus. Marta desenvolve actividade desbordante sendo exemplo do activismo. Maria soube aproveitar a ocasião para escutar a Palavra, à qual pertence a primazia. Trabalho e oração podem andar juntos, pois não constituem nem oposição nem um dilema.
Marta e Maria representam para os crentes, duas atitudes complementares de busca e de acolhimento do Reino de Deus. Não se trata de alternativa. Ambas se complementam numa simbiose perfeita. Antes de falarmos ao mundo de Deus, falemos a Deus do mundo.

Wednesday, October 4

Pensamento do dia: 04-10-2017

A cortesia é irmã da caridade, apaga o ódio e fomenta o amor. (São Francisco de Assis)

Memória litúrgica de São Francisco de Assis


São Francisco de Assis
Nasceu em Assis, no ano 1182. Depois de uma juventude leviana, converteu se a Cristo, renunciou a todos os bens paternos e entregou se inteiramente a Deus. Abraçou a pobreza para seguir mais perfeitamente o exemplo de Cristo e pregava a todos o amor de Deus. Formou os seus companheiros com normas excelentes, inspiradas no Evangelho, que foram aprovadas pela Sé Apostólica. Fundou também uma Ordem de religiosas e uma Ordem Terceira para seculares; e promoveu a pregação da fé entre os infiéis. Morreu em 1226.

Tuesday, October 3

Terça-feira da Semana XXVI do Tempo Comum


Reflexão
Jesus começa o caminho que terminará na Ascensão. Os samaritanos recusam-se a receber Jesus. Este repreende os apóstolos por quererem convertê-los à força. A violência não é método a ser utilizado pelos homens do Reino, mas sim o amor, a compreensão, a tolerância, o respeito pela pessoa dos outros. Não pode haver intransigência nem fanatismo religioso. Ante a atitude justiceira dos apóstolos, Jesus prefere, mesmo nos dias que correm, o fogo do amor.

Sunday, October 1

Pensamento do dia: 01-10-2017

A alegria de fazer o bem é a única felicidade verdadeira. (Lev Tolstoi)

Domingo XXVI do Tempo Comum

Liturgia da Palavra - http://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=1669

Reflexão
Jesus deixa claro que não interessa muito o exterior mas a atitude interior. O que importa a Deus não é o que cumpre ritos externos e que dá boa impressão aos outros mas é aquele que cumpre a vontade de Deus. Enquanto a Palavra de Deus não entrar no coração do homem, o tocar e o converter, não são as palavras que lhe saem da boca que o fazem entrar no reino de Deus. Mas, se o seu coração estiver convertido e voltado para Deus, então o Senhor o acolhe e o recebe.
Muitas vezes também podemos cair neste erro: participamos na Missa Dominical, fazemos as nossas orações, mas a nossa fé, a nossa celebração, não se nota na nossa vida de cada dia. Reduzimos a nossa identidade como cristãos numa série de práticas que realizamos pessoalmente e em determinados momentos da nossa vida. As nossas celebrações e orações devem também deixar uma marca nos nossos corações. Experimentar que Deus nos ama e que nos quer salvar é o melhor caminho para que a fé se converta realmente num modo de viver e de estar.
Nós que celebramos a Eucaristia, não devemos esquecer que ela termina com a frase: Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe. É o mesmo que dizer que o que ouvimos ou que aclamámos e o que celebrámos é para viver na nossa vida. Não devemos ter a tentação de na celebração da missa dizer sim, eu vou e na nossa vida quotidiana não haver a devida coerência.

Friday, September 29

Festa litúrgica de São Miguel, São Gabriel e São Rafael, Arcanjos

Liturgia da Palavra - http://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=627

Reflexão
O israelita sem fingimento, recebeu a garantia de ver os anjos de Deus. Entre eles, Miguel é o Príncipe dos Anjos, o Arcanjo dos supremos combates, o protector da Igreja; Gabriel é o mensageiro da Encarnação, o enviado das grandes embaixadas divinas, o revelador dos mistérios salvadores de Deus; Rafael é eficaz protetor nas provações da vida, companheiro de viagem e confidente dos segredos de Deus. Tal como na vida de Jesus, assim os anjos participam eficazmente na nossa vitória sobre as forças do mal!

Thursday, September 28

Pensamento do dia: 28-09-2017

A adversidade restitui aos homens todas as virtudes que a prosperidade lhes tira. (Eugéne Delacroix)